Ultimas

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

ITABERABA: Obras milionárias inacabadas representam desperdício de recurso público

Em Itaberaba, nunca foi muito comum o Poder Legislativo cumprir um dos principais papéis que é o de fiscalizar o Executivo. Nos últimos anos, essa função tem sido deixada de lado e quem sofre com isso é a população que vê a cidade em ruínas e abandonada.Pelos quatro cantos do município é possível notar problemas nesse sentido. Muitas obras que contam com verba estadual e federal para realização continuam inacabadas ou com prazo de entrega vencido, Centro Comunitário que deveria ter sido entregue em 2017. Para a realização desses serviços foram disponibilizados quase R$ 3 milhões pela União, e a não finalização dos empreendimentos rendeu à prefeitura questionamentos por parte do Ministério Público. 

Em Itaberaba, obra com pouco tempo já apresenta problemas e Somado a essas questões, outras situações que podem ser vistas na cidade colocam em xeque o trabalho dos vereadores que deveriam cobrar um posicionamento mais firme do Prefeito Ricardo. Em ITABERABA, a reforma e ampliação da UBS, Unidade Básica de Saúde, que ainda não foi finalizada, rendeu um episódio negativo, além do mal atendimento nos hospitais do município, um morador fez uma denúncia, alegando que a morte do seu pai não teria sido de COVID-19 como o Prefeito Ricardo e a Prefeitura anunciaram.  Outro fator é os buracos na estrada na chegada da cidade que pode causar acidentes em caso de um pequeno descuido. Enquanto isso nos Predinhos “O bairro cresceu e já é quase uma cidade. Não podemos ficar sem um posto de saúde por tanto tempo devido uma reforma e COVID-19. 


São muitas as situações que deveriam ser fiscalizadas pelos parlamentares e cobradas do prefeito que deixam a cidade no estado em que está. Não só os bairros que sofrem com as más condições. No centro da cidade é possível ver vários problemas, como o que ocorre nas calçadas com má sinalização. Com várias deformações, desnível e saliências, consequência de uma obra da prefeitura, o local está perigoso para o tráfego de pedestres.

Outra questão evidente e que pode ser vista por qualquer cidadão é o asfalto das ruas. Basta uma pequena chuva para que buracos apareçam e a pista fique quase intransitável. Isso ocorre em todos os bairros e na região central da cidade. “Se tivéssemos vereadores que realmente fiscalizassem, o município poderia estar em boas condições. Mas infelizmente não podemos contar com isso”, disse Mateus Lopes dos Santos. 



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Páginas